NOSSO TEMPO

sábado, 16 de maio de 2015

TALENTO DE NOVA EUROPA NA TELINHA DA GLOBO (EPTV)

16/05/2015 09h20 - Atualizado em 16/05/2015 09h20

Com emoção e música, Laércio Ilhabela relembra origem no Raízes de Família

Violonista foi entrevistado por Mazinho Quevedo no Mais CaminhosFACEBOOK

O quadro Raízes de Família do Mais Caminhos deste sábado (16) foi até a cidade de Nova Europa, na região de Araraquara, para mostrar as origens de um ícone da música nacional. Apesar de ter nascido no interior, o famoso violonista adotou o nome de uma cidade do litoral: Laércio Ilhabela.
"Eu me mudei para Ilhabela e moro lá, por isso o nome. Mas em Nova Europa eu volto para as raízes", contou o músico.
Nascido em Nova Europa há 50 anos, Laércio elegeu a canção Romance de Amor, composição de Antônio Rovira, como a música que o faz lembrar da cidadezinha de pouco mais de 10 mil habitantes, onde cresceu, próximo da mãe e da tia.
Foi a própria tia de Laércio, Neide Rubira, que contou uma das histórias que ainda emociona o músico. Segundo ela, o jovem nunca deu trabalho, mas após o falecimento da irmã, aos 15 anos de idade, um episódio chamou a atenção da família.
 
  •  
Algo que eu já sabia tocar, em uma semana ele pegava o jeito"
Carlos Navarro, amigo de Laércio
"Nós estávamos todos tristes, emocionados, e eu achei estranho ele ficar no quarto, só tocando o violão dele. Eu fui pra repreender ele e quando eu entrei estavam correndo duas lágrimas do olho dele. Eu me emocionei e deixei ele tocando, nem dei a bronca nele", lembrou a tia para a emoção do violonista.
Carreira
A proximidade de Laércio Ilhabela com a música começou ainda cedo. Segundo a própria mãe, Antônia Rubira, tudo começou com um cavaquinho.
"A gente ia na casa do vizinho que tocava cavaquinho. Ele se apaixonou pelo instrumento e nós demos um para ele que eu guardo até hoje. Depois disso ele começou a tocar violão", contou Antônia.
Um amigo de Laércio também teve papel fundamental na formação do músico. Carlos Navarro conheceu o violonista ainda jovem, quando ele passava as férias na casa dos avós.
"Um dia ele foi na minha casa, viu que tinha um violão lá e tocamos. Algo que eu sabia tocar, em uma semana ele já pegava o jeito. Eu falei 'vai em frente que você já sabe'. É o talento dele", disse Navarro.
Laércio Ilhabela fez questão de demonstrar gratidão ao amigo e disse que, sem Navarro, talvez nunca fosse violonista.
Nascido em Nova Europa, com nome de Ilhabela, Laércio já atuou junto a grandes nomes da música nacional como Paulinho Nogueira, Ulisses Rocha, e as Orquestras Filarmônica de Rio Claro e Sinfônica Municipal de Americana.
Laércio Ilhabela (esquerda) toca com o amigo e primeiro professor de violão (Foto: Reprodução / EPTV)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.